A Itaipu Binacional, que fica na fronteira com Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, e Cidade del Leste, no Paraguai, completou 36 anos nesta terça-feira (5) e registrou o maior índice de eficiência durante história de operação, segundo a usina.

De acordo com a Itaipu, a marca de produtividade indica que a usina teve quase zero de perdas, aproveitando praticamente toda a água que chegou ao reservatório para a produção de energia elétrica.

A produtividade é o índice que mede a relação entre o megawatt-hora (MWh) produzido e a vazão de água utilizada. Em abril, essa relação chegou a 1,0814 MW médios por metro cúbico de água por segundo, o melhor desempenho operacional da história da hidrelétrica.

Itaipu Binacional completou 36 anos nesta terça-feira (5) — Foto: Alexandre Marchetti/Itaipu Binacional

Itaipu Binacional completou 36 anos nesta terça-feira (5) — Foto: Alexandre Marchetti/Itaipu Binacional

Segundo a Itaipu, houve redução no consumo de energia em 2020, principalmente durante a quarentena. Mesmo assim, neste ano, a usina gerou cerca de 28 milhões de MWh.

Essa quantidade de energia gerada seria o suficiente para atender dois anos do consumo do .Paraguai ou mais de 10 meses da demanda do Paraná, conforme a hidrelétrica.

Por G1