A Prefeitura de Londrina iniciou, hoje (1º), a recuperação do asfalto em trecho da marginal da BR-369, entre Londrina e Ibiporã, interditado desde janeiro por conta de buracos na pista ocasionados pelas fortes chuvas que atingiram a região. A pavimentação asfáltica está sendo feita na Rua Amélia Riskallah Abib Tauil, entre as ruas Dr. Mario de Barros e José Munhoz.

A responsável pelos serviços é a empresa Gaissler Moreira Engenharia Civil, que presta serviços de forma terceirizada à Prefeitura. Durante a execução do trabalho, o trecho continuará interditado e a previsão é que as intervenções sejam concluídas em aproximadamente 15 dias. A empresa vai remover todo o material da pavimentação antiga, colocar novo material na base e capa asfáltica, além de refazer o meio-fio e a sarjeta.

O secretário municipal de Obras e Pavimentação, João Verçosa, explicou que o serviço não pôde ser executado antes devido ao período de chuvas, que se estendeu por três meses, desde janeiro, e porque não pôde ser realizado pela equipe própria da Prefeitura. “Como é um trecho de extensão relativamente grande, o Município não teve condições de fazer o reparo de imediato porque nossas equipes estavam com acúmulo de serviços, já que as chuvas causaram buracos em toda a cidade. A solução que encontramos foi terceirizar o trabalho e isso demandou tempo, pois ficamos aguardando a finalização do processo licitatório e o contrato ficou pronto somente agora”, disse.

Verçosa enfatizou que, apesar do atraso na execução da solução do problema, a Prefeitura teve um empenho grande para fazer o serviço o quanto antes, a fim de restaurar as condições de tráfego e segurança no local. “Trata-se de uma via importante para quem sai de Ibiporã e vem para Londrina, e que acessa a região da Avenida das Maritacas. Fica nas proximidades do Parque Tecnológico e da Avenida Nova Londrina, e é uma região industrial que tem grande fluxo de veículos”, apontou.

Foto: Secretaria de Obras/Divulgação

da assessoria