No início desta terça-feira (01), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou o início da segunda fase dos testes no Brasil com o medicamento anti-covid desenvolvido na Itália, pela empresa Dompé.

O remédio Reparixin será usado para o tratamento de pacientes adultos infectados pela COVID-19 e hospitalizados com quadro de pneumonia grave. O objetivo dos testes é avaliar a eficácia do medicamento em pelo menos dez centros hospitalares do Brasil, nos estados de São Paulo, Distrito Federal, Bahia, Minas Gerais e Santa Catarina. Ao todo serão 48 pessoas testadas nesta fase.

Desenvolvido para a área da oncologia, o remédio fabricado na Itália inibe a ação da proteína interleucina-8 (IL-8), responsável por sinalizar a inflamação que é possivelmente associada a lesões pulmonares observadas em pacientes. De acordo com a Dompé, se os resultados forem positivos, a terceira fase contará com testagem em 111 voluntários.

Com informações do Portal Terra  imagem