Morreu, nesta quinta-feira (5), o surfista de ondas gigantes Márcio Freire, aos 47 anos de idade. O brasileiro sofreu um acidente ao descer de um dos “paredões” da praia do Norte, em Nazaré, Portugal, e não resistiu aos ferimentos. O corpo vai ser transportado para o Instituto de Medicina Legal de Leiria, segundo informações da imprensa portuguesa. É a primeira morte de um surfista no local.

“Lamentavelmente, nenhuma das manobras de suporte de vida teve sucesso, acabando o óbito por ser declarado no local”, afirmou Mário Lopes Figueiredo, comandante da Capitania de Nazaré à agência “Lusa”.

Márcio teria sido resgatado para a praia em um jet ski, porém, já em parada cardio-respiratória. O amigo e surfista Vinicius dos Santos chegou ao local sem saber o que havia acontecido e, após notar a movimentação na areia, viu o veterano recebendo o atendimento.

História

Considerado uma lenda no surfe de ondas gigantes, Márcio Freire rodou o mundo através do esporte – praticado por amor, longe dos circuitos profissionais. Em 1998, aos 23 anos de idade, desembarcou em Maui, no Havaí. Foi um dos primeiros a se desafiar em Jaws na remada. Atualmente, o surfistas vão ao local amparados por aparelhos de segurança como colete salva-vidas, equipe de resgate e jet ski.

Foto: Bruno Lemos/Reprodução