Logo depois de anunciado como novo líder do governo na Câmara, o deputado Ricardo Barros (PP-PR) participou de uma reunião na tarde de quarta-feira (12) com o presidente Jair Bolsonaro, ministro Paulo Guedes, deputado Rodrigo Maia e o senador Davi Alcolumbre.

Nesta quinta-feira (13), Barros tem reunião marcada com o antecessor, deputado Major Vítor Hugo (PSL-GO). “Vou iniciar a função efetivamente quando o Diário Oficial publicar meu nome como líder”. Barros diz, por exemplo, que é preciso manter o teto de gastos, mas também achar uma espécie de “folga” no Orçamento para investimentos em áreas como saúde e educação.

Sobre a capacidade e experiência no Congresso, o deputado disse em entrevista ao UOL que pode contribuir com o avanço das pautas do governo na Câmara. “Sou um político de resultados. Tenho capacidade de articulação porque sempre fui líder e vice-líder de governo durante todos os meus mandatos. Fora a gestão Temer, em que fui ministro”, diz.

Deputado agradeceu através do Twitter

Após a confirmação, via Twitter, Ricardo Barros escreveu: “agradeço ao presidente Jair Bolsonaro pela confiança do convite para assumir a liderança do governo na Câmara dos Deputados com a responsabilidade de continuar o bom trabalho do lider Vitor Hugo, de quem certamente terei colaboração. Deus me ilumine nesta missão”.

Ricardo Barros, 60 anos, de Maringá, integra o Centrão, grupo de partidos do qual o governo Bolsonaro vem se aproximando para ampliar sua base de apoio no Congresso Nacional e se livrar de ações de impeachment. Segundo o Estadão, Ricardo Barros já participa, nesta sexta-feira, de uma reunião com ministros e líderes no Palácio do Planalto.

informações\foto