O deputado estadual Renato Freitas (PT) está sendo alvo de um pedido de representação encaminhado pelo secretário de Estado da Segurança Pública, o Coronel Hudson, ao presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, Ademir Traiano. O documento, assinado nesta quarta-feira (8), destaca que o parlamentar violou os Deveres Fundamentais do Deputado ao realizar declarações sobre a Polícia Militar do Paraná.

De acordo com Hudson, durante a sessão legislativa do dia 7 de março, o deputado usou palavras ofensivas ao se referir à corporação, afirmando que os policiais são “covardes, assassinos e serviçais do mal”. Para o secretário, as declarações de Renato Freitas ferem toda a corporação, que tem homens e mulheres que trabalham diariamente para proteger a população paranaense e cumprir a lei.

A representação encaminhada pelo Coronel Hudson pede providências por parte da Assembleia Legislativa do Paraná em relação ao comportamento do deputado. Segundo o secretário, as declarações de Renato Freitas foram realizadas de forma generalizada, sem considerar a dedicação e o esforço dos policiais que trabalham incansavelmente para manter a segurança do estado.

Agora, cabe à Assembleia Legislativa do Paraná analisar a representação e tomar as medidas cabíveis em relação ao comportamento do deputado Renato Freitas. A declaração do Coronel Hudson reforça a importância de respeitar e valorizar o trabalho dos policiais, que atuam diariamente para proteger a sociedade e garantir a ordem pública.

Leia o conteúdo completo do XV Curitiba clicando aqui.