O secretário de Infraestrutura e Logística do Paraná, Sandro Alex, usou as redes sociais para comemorar o lançamento do edital para os projetos da Ponte de Guaratuba pelo Governo Estadual, nesta quarta-feira (15). Essa compreende a elaboração de estudos de impacto ambiental e definição de alternativa de traçado para a ponte. As empresas interessadas tem até o dia 03 e agosto para enviar suas propostas.

“Mais um grande passo! Mais um desafio da engenharia que estamos trabalhando para proporcionar aos paranaenses. Não será fácil, nada é fácil, mas a história do Paraná foi construída com trabalho! Menos conversa, mais resultado”, escreveu Sandro Alex nas redes sociais.

De acordo com o secretário, trata-se de um projeto histórico para o Estado e que finalmente começa a sair do papel. “A ponte de Guaratuba é um sonho antigo de todos os paranaenses. É um projeto que trará benefícios enormes para a integração de todo nosso litoral e que vai facilitar bastante o deslocamento entre as praias, especialmente na alta temporada, quando mais de 400 mil veículos realizam a travessia com o ferry -boat”, explicou o secretário.

NA PRÁTICA – A travessia entre Matinhos e Guaratuba é feita pelo sistema de ferry-boat há mais de 50 anos. Desde 1996, o transporte coletivo aquaviário de veículos neste trecho é feito pela Concessionária Travessia de Guaratuba. A construção da ponte garantirá o deslocamento rodoviário.

Com a finalização dos Estudos de Viabilidade Técnica Econômica e Ambiental (EVTEA), em 2019, foram propostas algumas alternativas para o traçado da ponte. A extensão estimada é de pouco mais de 800 metros, com início na região da Prainha, no lado Norte da travessia, e término no lado Sul, na Praia de Caieiras, no perímetro urbano de Guaratuba. No trecho final está prevista ainda a construção de um túnel, com aproximadamente 260 metros de extensão, terminando na área próxima às instalações de manutenção do ferry-boat.

Confira publicação:

Com informações e imagens da Agência Estadual de Notícias