A tentativa do Governo Estadual em aprovar o regime de urgência para colocar em votação alguns projetos de viés ideológico na Assembleia Legislativa do Paraná, como a proibição do Passaporte da Vacina, criou uma série de criticas na sessão plenária desta quarta-feira (09).

Uma delas veio do Deputado Estadual Requião Filho que vem defendendo em seus discursos a necessidade de deixar de lado temas que fomentam a polarização de discursos ideológicos, para tornar prioridade votações de projetos protocolados na Casa há mais tempo e que dizem respeito a temas mais relevantes e urgentes.

Assista:

 

“Temos aqui na Casa projetos urgentes aguardando tramitação, como o que cria o Programa de Segurança de Barragens. Ou ainda o PL 522/2020 de combate à corrupção, que institui a Lei de Dados Abertos no Estado. Tentamos aprovar pedido de urgência para estes projetos e não tivemos apoio dos senhores deputados. Algo que realmente interessa tem sido deixado em segundo plano”, criticou.

Por: Requião Filho