Após receber mais uma denúncia de perseguição a oficiais da Polícia Militar do Paraná, inclusive divulgada pela página PARANÁ PORTAL, o Deputado Estadual Requião Filho encaminhou ofício nesta quarta-feira (23) ao Governador Ratinho Júnior e ao Chefe de Segurança Pública, Coronel Romulo Marinho Soares. O objetivo é obter esclarecimentos sobre o que houve com um Coronel que teria sido transferido compulsoriamente para o interior do Estado.

Requião Filho alerta que os atos adotados pelo Estado têm surpreendido a corporação, após grande parte da Polícia Militar ter se mostrado insatisfeita com os rumos da SESP, seja na política de remuneração, seja no próprio trato com os servidores da pasta.

 

“Há pouco tempo, vimos o comandante e o subcomandante do Batalhão de Cornélio Procópio serem afastados ou transferidos após terem se manifestado contra o Governador do Estado. Hoje, observamos novamente policias perdendo suas funções por discordarem dos rumos traçados pela SESP. Por isso, oficiamos o Secretário de Segurança Pública e o Governador do Estado, para saber os motivos desses impasses. Queremos saber o que de fato está acontecendo na alta cúpula da secretaria”, informou o deputado.

Por: Requião Filho | Foto: Orlando Kissner