Vítima afirma que foi atacada por um casal que estava na parte externa do terminal rodoviário

Uma equipe da Guarda Civil Municipal (GCM) estava na Rodoviária de Ponta Grossa quando foi abordada por um funcionário por volta das 20h20 desta quarta-feira (14). O funcionário contou  à equipe que um rapaz esfaqueado havia entrado no local. Abordado o jovem, este informou que havia sido esfaqueado por um casal. Segundo ele, a mulher o segurou e o marido desferiu o golpe de faca. Os dois estariam do lado de fora da rodoviária, acrescentou o funcionário.

Diante da situação, a GCM acionou o Corpo de Bombeiros / SIATE, que encaminhou a vítima ao Hospital do Coração Bom Jesus (HcorBJ).

Na sequência, a equipe se deslocou até a parte externa da rodoviária e abordou o casal suspeito. O homem alegou aos agentes que a vítima lhe havia agredido com um soco e que, após a agressão, ele havia empurrado o rapaz, que então se dirigiu à esposa e a agrediu também. O marido acrescenta que teria tentado proteger a esposa, tendo a briga sido encerrada com a chegada de várias pessoas para separá-los. Apresentada aos suspeitos, a vítima os reconheceu como os autores da facada, mas o marido negou.

Ainda durante a ocorrência, a equipe da GCM foi abordada por um indivíduo em um automóvel de cor branca, que não quis se identificar. Segundo o homem, o autor da facada teria jogado a faca dentro de um bueiro. Ele também mostrou à equipe outra testemunha, que confirmou ter presenciado toda a briga, até o momento que o suspeito desferiu o golpe de faca. O objeto do crime foi encontrado no local mencionado pela testemunha.

Diante dos fatos, a equipe encaminhou as partes até a 13ª Subdivisão Policial.

Por NCG.news / Foto:Reprodução