No início da tarde desta terça-feira, (18), por volta das 13h30, uma equipe da PRF deslocou até um posto de combustíveis para abastecimento, situado na saída de Maringá (PR) sentido Astorga (PR), momento em que os policiais perceberam atitude suspeita de um condutor de uma carreta SCANIA/T113 H, com placas de Foz do Iguaçu (PR), quando este visualizou a equipe policial.

Houve a abordagem e os PRFs questionaram o condutor, um homem de 52 anos, sobre informações de sua viagem, com afirmativas desconexas, resolveram verificar a carga transportada.

Após deslocar alguns pallets, na parte inferior da carga, os PRFs visualizaram fardos de maconha e também skunk, (também conhecida como super maconha), sendo ambas retiradas da espécie cannabis sativa. Com a conferência e pesagem, essas drogas totalizaram 1.541 quilos de maconha e 11 quilos de skunk.

O condutor disse aos policiais ter pego a carreta já carregada no pátio de um posto de combustíveis, em de Foz do Iguaçu (PR), e pretendia levá-la até a cidade mineira de Vespasiano (MG), porém, afirmou ter ciência de que transportara produtos ilícitos, contudo, disse não saber o tipo da carga, nem sua quantidade. Disse, também, que ao chegar no destino seria remunerado pelo transporte.

Ele foi preso em flagrante e encaminhado junto com a carreta e as drogas à Delegacia da Polícia Civil de Maringá (PR).

da PRF