A Polícia Civil de Imbituva identificou, na tarde desta quinta-feira (18), dois indivíduos que estariam envolvidos no desaparecimento de Wellington Antunes de Antoni, ocorrido no último dia 12 de junho. Após intenso trabalho investigativo, os policiais civis conseguiram esclarecer a trama criminosa e prender os dois suspeitos por ocultação do cadáver da vítima.

De acordo com informações oficiais, Wellington foi morto em um ponto de tráfico de drogas em razão de uma dívida de R$ 200,00. Para praticar o crime, um dos envolvidos teria desferido ao menos três golpes de facão na vítima, que veio a óbito ainda no local. Após desovar o corpo, os criminosos atearam fogo no veículo de Wellington para destruir as evidências do crime.

Retomadas na manhã desta sexta-feira (19), as investigações se concentram agora nas buscas pelo corpo da vítima.

Serial killer

O setor investigativo da Delegacia de Imbituva, responsável pelos crimes de maior gravidade, havia identificado nos últimos meses indícios de envolvimento de um dos presos com ao menos cinco mortes ocorridas no ano de 2017. Nas investigações, conduzidas pelo delegado Luis Gustavo Timossi, a perícia comprovou que uma única arma, que pertenceria ao criminoso, teria sido responsável pela morte de quatro dessas vítimas. Outro indivíduo teria sido morto por ele com golpes de faca.

A Polícia Civil já vinha realizando diligências com o objetivo de coletar provas do envolvimento do suspeito e de seus companheiros nos crimes. De acordo com a Polícia, o procedimento já está perto de ser concluído.

Imagens/informações: Polícia Civil.