A Polícia Civil do Paraná (PCPR) pretende arrecadar 20 toneladas de alimentos durante operação para ajudar vulneráveis. A operação, denominada de Samaritano, iniciou nesta sexta-feira (15). Todos os policiais civis e voluntários que desejarem participar da ação humanitária podem doar produtos não perecíveis e atuar para engajar a comunidade na campanha. Também poderão apoiar a iniciativa colaborando na organização e distribuição dos alimentos.

A arrecadação será feita até 23 de dezembro em todas as unidades da PCPR. O delegado Claudio Marques Rolin, chefe do Núcleo de Direitos Humanos e Proteção a Vulneráveis da Delegacia de Homicídios em Curitiba, diz que o objetivo da ação é auxiliar as pessoas que precisem de alimento. “Nosso objetivo é exercitar a gratidão, ajudando pessoas que estão em situação de insegurança alimentar e insegurança nutricional”, explica.

Os voluntários poderão entregar a doação nas delegacias ou diretamente às pessoas em situação de insegurança alimentar. Neste caso, o delegado informa que os alimentos podem ser destinados para qualquer pessoa que necessite de cesta básica.

Após a entrega direta do alimento, o voluntário deverá comunicar sobre a doação pelo e-mail operacaosamaritano@gmail.com e informar a data, quantidade e pessoa ou entidade beneficiada. A proposta é ter o controle de doações realizadas ao final da campanha.

Os alimentos arrecadados nas delegacias serão organizados pelos voluntários e policiais, que montarão as cestas básicas e entregarão a famílias indicadas pela assistência social.

da AEN