O ex-prefeito de Castro, Moacyr Fadel, atual candidato a deputado estadual, declara que tem o compromisso de trabalhar pela população, contribuindo com o conhecimento técnico adquirido durante os quatro mandatos que esteve à frente da Prefeitura do município.

Em entrevista ao programa Manhã Total, apresentado por João Barbiero e Eduardo Vaz, na Rádio Lagoa Dourada FM (105,9 para Ponta Grossa e região e 90,9 para Telêmaco Borba), nesta quarta-feira (3), Fadel destaca que durante a pandemia reabriu o hospital municipal, em nove meses. “O hospital estava fechado e centralizou tudo aqui em Ponta Grossa, eu tive a alegria de reabrir em nove meses, todo mundo dizia que eu não conseguiria fazer em um ano e fizemos em nove meses com a UTI e tudo pronto novamente. Sempre estamos conversando com o Beto e a equipe, estruturando melhor o hospital em Castro”, diz.

O fechamento do Pronto Socorro em Ponta Grossa e de outras unidades de saúde causou um ‘caos’ na região dos Campos Gerais, afirma Moacyr Fadel. “Ontem eu tive o prazer de levar vários secretários da região para que pudéssemos juntos resolver esse problema que está sufocando Ponta Grossa. […] Estamos tendo suporte do Estado agora aumentando o atendimento nos municípios menores, para que não venham para Ponta Grossa. Estamos tentando achar soluções conjuntas e existe agora uma dificuldade também dos hospitais de fazer o que o Estado quer que eles façam, para suprir essa necessidade”, afirma.

“Quando se fala de saúde, não pode se falar de política, porque são vidas. […] Tem que ter mais recursos, não só a nível estadual, porque não estamos tendo médicos, temos a estrutura, mas não temos o operacional”, completa.

Sobre as propostas que defende durante a campanha, Fadel é categórico. “Meu compromisso é trabalhar, tanto deputado estadual como federal não têm o poder de execução, com o conhecimento que eu tenho, de mostrar aos nossos governantes as necessidades reais de todas as áreas, salários dos professores, aumento da tabela do SUS. Falamos com propriedade, podemos contribuir muito com a experiência administrativa que nós temos”, conclui.

Foto: Arquivo/Eduardo Vaz
D’PontaNews