A tenente Bruna Galli, de 29 anos, será a primeira mulher a assumir o comando do Pelotão de Choque da Polícia Militar do Paraná. Ela irá comandar as operações do Pelotão de Choque da PM, em Maringá.

A tenente Bruna está há dez anos na PM do Paraná e busca agregar à equipe e crescer profissionalmente. Além de capacitar a equipe e se capacitar “para que esse pelotão seja cada vez mais referência a nível de estado e de Brasil”. Ela já comandou a equipe da Rádio Patrulha e é instrutora de tiros.

O Pelotão de Choque é a linha de frente da PM para as situações mais críticas. Ele entra em ação no combate ao crime organizado, tráfico de drogas, reintegrações de posse, rebeliões e quando as manifestações fogem do controle e exigem uma atuação mais efetiva da polícia.

Em Maringá, o Pelotão de Choque, existe desde 2011 e é formado por 30 policiais treinados.

Por DPonta