A Polícia Civil do Paraná (PCPR) contratou quatro empresas especializadas em serviços administrativos, via processo licitatório. Ao todo, 751 pessoas reforçarão os quadros das unidades da instituição em todo o Estado. Esses funcionários ocuparão cargos de assistente administrativo.

A previsão é que 350 funcionários iniciem os trabalhos nas unidades da PCPR em novembro. Anteriormente, em julho deste ano, foram contratados 401 profissionais para a mesma função.

O delegado-geral da PCPR, Silvio Rockembach, afirma que a contratação representa um grande avanço para a instituição, pois irá melhorar a qualidade do serviço que vem sendo prestado pela polícia. “Os policiais que vinham sendo empregados nessas atividades administrativas agora vão ser redirecionados para a atividade fim. Passam a reforçar as equipes de investigação, com o objetivo de dar mais agilidade na conclusão dos inquéritos”, explica Rockembach.

Os funcionários serão distribuídos entre todas as divisões e núcleos da Polícia Civil, de acordo com o planejamento interno. O contrato inicial é de um ano, podendo ser prorrogado por até cinco anos. O recrutamento dos novos funcionários foi feito pelas empresas vencedoras dos lotes.

Esses assistentes administrativos têm nível médio completo e um ano de experiência profissional comprovado em Carteira de Trabalho. Eles vão executar serviços de apoio nas áreas de recursos humanos, administração, finanças e outras funções de interesse da administração pública estadual.

Entre as atividades a serem desempenhadas estão serviços de protocolo, classificação, registro, conferência e digitação de planilhas e relatórios, levantamento patrimonial, organização de almoxarifado, solicitação mensal de materiais de consumo para a unidade policial, controle da validade dos extintores de incêndio, recepção e atendimento não policial ao público.

Foto: PCPR

da AEN