A Polícia Civil do Paraná (PCPR) alerta mulheres turistas e moradoras do Litoral do Estado sobre a importância de denunciar agressores que praticam violência doméstica.

A violência doméstica se caracteriza por qualquer tipo de lesão, sofrimento psicológico ou sexual, dano moral ou patrimonial. O medo e o constrangimento são as principais barreiras que inibem mulheres de denunciarem a violência sofrida.

O primeiro passo é registrar o Boletim de Ocorrência na delegacia mais próxima. No local, a vítima passará por uma entrevista e, dependendo do caso, poderá ser solicitada uma medida protetiva, que irá determinar o afastamento do agressor e a proibição de qualquer tipo de contato.

Se a vítima tiver machucados, será encaminhada ao Instituto Médico Legal (IML) para fazer exames de lesões corporais. Posteriormente, o inquérito policial será instaurado.

As vítimas de violência doméstica também podem registrar o Boletim de Ocorrência online. Basta acessar o site da PCPR.

Se o crime está acontecendo no momento ou ocorreu há pouco, a vítima deve acionar a Polícia Militar ou a Guarda Municipal.

A PCPR ressalta que é de extrema importância a vítima fazer todos os exames, comparecer sempre que for chamada à Delegacia e cumprir a medida protetiva, denunciando sempre que o agressor tentar algum contato, contribuindo assim para o rápido andamento do processo.

da AEN