Segundo informações do jornal O Globo, o Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello alegou que está passando por problemas de saúde e pediu o afastamento do cargo neste domingo (14).

O pedido de afastamento coincide com o auge da pressão de deputados do ‘Centrão’, que pleiteiam mudança no comando da Pasta por considerarem que há má gestão durante a pandemia.

De acordo com informações, Ludhmilla Abrahão Hajjar, professora associada da USP, e Marcelo Queiroga, presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologia, são dois possíveis nomes para substituir Pazuello no Ministério.

Leia a matéria completa do jornal O Globo