Pular corda, amarelinha, jogar peteca… Essas brincadeiras já fizeram muito sucesso no passado, antes mesmo de a tecnologia invadir as casas e ocupar a atenção das crianças. Aos poucos, a  bolinha de gude e o bambolê foram perdendo espaço para videogames e tablets, porém, essas atividades seguem existindo e por isso, o Parque Estadual de Vila Velha, em Ponta Grossa/PR, optou por resgatar essas brincadeiras e unir adultos e crianças, resolveu celebrar o Dia das Crianças de maneira diferente e oferecer ao público um gostinho de infância com tom nostálgico.

“Muitas dessas brincadeiras se perderam com o tempo. O avanço da tecnologia trouxe outras opções para as crianças e muitas delas não fazem ideia de como seus pais se divertiam no passado. Por conta disso, estamos provendo um Dia das Crianças diferente, trazendo esse resgate por meio de brincadeiras tradicionais, como pular corda e amarelinha, jogar peteca, entre outras”, destaca o Gestor do Parque Vila Velha, Leandro Ribas.

Para todos os públicos

Pais e filhos poderão desfrutar juntos de brincadeiras como bambolê, bolinha de gude, peteca e até mesmo uma oficina de pipas. “A intenção é de que adultos e crianças possam interagir, revivendo essas atividades e também desfrutando dos atrativos que temos aqui, vivenciando um tradicional dia no parque”, diz Ribas.

Além disso, entre os dias 8 e 17 de outubro, crianças de até 12 anos que doarem um brinquedo em bom estado não pagam entrada.

Confira a programação especial:

Das 10h às 12h – amarelinha e bambolê, peteca e corda, bolhas de sabão e bolinha de gude, pé na bola e elástico.

Das 13h às 16h – oficina de pipas.

Programação válida para os dias 12 e 15 de outubro – quarta-feira e sábado.

da assessoria