Palmeira participa de debate sobre a logística reversa dos resíduos sólidos no Paraná

Na última quinta-feira (28), reuniram-se no auditório da PUC em Londrina, secretários de Meio Ambiente e técnicos municipais representando os municípios paranaenses que participam da gestão compartilhada dos resíduos sólidos e implantação da logística reversa. O Município de Palmeira foi representado pelas servidoras Bruna Costa, diretora de Meio Ambiente, e Erica Mayer, assessora de Meio Ambiente e representante titular do Município de Palmeira no R-20.

Essa foi a segunda reunião do Grupo R-20 em 2022, a qual foi realizada em conjunto com o Fórum Nacional de Limpeza Urbana e Manejo dos Resíduos Sólidos e teve a participação de 134 representantes de 69 municípios de todas as regiões do Paraná.

O encontro contou com a palestra do Presidente do Fórum Nacional de Limpeza Urbana e Secretário de Meio Ambiente do Guarujá (SP), Sidnei Aranha, o qual discorreu sobre as implicações para os municípios da publicação do Decreto nº 11.044/2022, o qual institui o Certificado de Crédito de Reciclagem (RECICLA+). Na sequência foi apresentado o projeto desenvolvido pela professora Tatiane Dal Bosco, da UTFPR de Londrina, acerca do método de compostagem como alternativa para tratamento dos resíduos orgânicos domiciliares, além de apresentações sobre a tecnologia do Bioplástico e sobre possibilidades de implantação de usinas compactas para a reciclagem de RCC pelos municípios.

Na parte da tarde, a representante do R-20 do município de Maringá fez uma explanação sobre a legislação em relação à Contratação das Cooperativas e Associações de Catadores e como Maringá está atuando em relação à essa temática, servindo de exemplo para outros municípios que ainda não contratam os catadores.

 A última parte da reunião contou com uma mesa redonda de logística reversa com representantes da indústria de baterias chumbo-ácido, da cadeia do poliestireno expandido, além da participação de um professor da Universidade Estadual de Londrina (UEL) apresentando uma solução para resíduos têxteis em desenvolvimento e da representante do R20 de Londrina, Mariza Pissinati, atuando como mediadora. Após as apresentações, os representantes puderam questionar os palestrantes em relação às tecnologias apresentadas e a aplicabilidade das propostas.

a assessoria