Na manhã do dia 16 de agosto, uma forte chuva de granizo atingiu a localidade de Guarauninha, causando diversos prejuízos aos moradores locais. Muitas casas tiveram o telhado danificado e a Secretaria de Obras e Infraestrutura, através da Defesa Civil, foi acionada para prestar atendimento.

O primeiro passo foi também acionar o Corpo de Bombeiros e prestar atendimento emergencial fornecendo lonas para cobrir as residências afetadas. Em sequência, os servidores percorram as casas da localidade, individualmente, para contabilizar os estragos e realizar o cadastro para o recebimento de telhas de fibrocimento.

Com os dados em mãos, o Município utilizou a licitação vigente de telhas de fibrocimento, porém a quantidade licitada era de apenas 1.500 itens, cerca da metade do que seria necessário para atender a localidade de Guarauninha.

Para poder atender rapidamente as 166 pessoas atingidas pelo temporal com mais 1.500 telhas, o Município abriu uma dispensa emergencial de licitação. Foram coletados orçamentos de diversas empresas e a que ofereceu o menor preço pelo item em questão, foi contratada após todo o trâmite burocrático.

Porém, por ser uma quantidade grande, as empresas relataram não possuir toda a quantidade necessária de telhas à pronta entrega e pediu alguns dias para conseguir toda a quantidade. Devido a essa questão, o Município atrasou em alguns dias a entrega.

Na manhã de quinta-feira (26), os primeiros caminhões foram à localidade de Guarauninha, para descarregar 477 telhas de 4 milímetros e 300 telhas de 6 milímetros. “Neste primeiro momento, priorizamos acamados e idosos. Na segunda-feira (30), voltaremos a comunidade entregar o restante das telhas”, revelou Josélia de Fátima Gonçalves, servidora da Secretaria de Obras e Infraestrutura.

A entrega não poderá ocorrer nesta sexta-feira (27), pelo fato de que os serão carregados neste dia, pois a carga é pesada e demorada de ser realizada. Na manhã de segunda-feira a entrega das telhas de fibrocimento será retomada e realizada para o restante da comunidade de Guarauninha.

Caso algum munícipe esteja em dúvida de como foi realizado o processo licitatório emergencial, a Defesa Civil e o Município se colocam a dispor para prestar os devidos esclarecimentos.