Os sistemas utilizados para realizar emissão de notas fiscais eletrônicas e para que os contribuintes palmeirenses possam emitir certidões, débitos, documentos e realizar consultas cadastrais, passaram por atualizações recentes e agora, além de novo visual e nomenclatura, também apresentam novas funcionalidades.

Os sistemas agora chamam-se Nota Fiscal de Serviço Eletrônica e Portal do Contribuinte, substituindo o Tributos Web e a área de IPTU, respectivamente. Eles podem ser acessados através do site da Prefeitura de Palmeira (www.palmeira.pr.gov.br). Seus links estão localizados na lateral direita do site.

Através do sistema Nota Fiscal de Serviço Eletrônica é possível emitir notas fiscais, autenticar documentos fiscais, ter acesso a documentos, realizar denúncias e consultas. Para ter acesso a todas as funcionalidades do sistema, a empresa deve realizar login com dados fornecidos pela Secretaria Municipal de Finanças.

Já no Portal do Contribuinte é possível consultar débitos, emitir 2ª via de carnês, emitir certidão negativa, comprobatória e de numeração, autenticar documentos e efetuar consultas cadastrais. O primeiro passo passa mexer no sistema é acessar a aba Consultas Cadastrais, e em seguida Efetuar Consulta, informando o número do cadastro do imóvel, da empresa/autônomo, do CPF ou do CNPJ. Na sequência serão informados todos os cadastros vinculados aos dados fornecidos e será possível explorá-los através dos menus do sistema.

Camila Grazieli Barbieri, chefe de Dívida Ativa do Município, comentou que “a atualização dos sistemas visa oferecer mais praticidade e facilidade aos usuários. Agora o contribuinte pode, além de acessar os dados do IPTU, verificar seus débitos e certidões em apenas um local, informando somente seu CPF, por exemplo, tudo de forma rápida e prática”, disse.

Outra novidade dos sistemas é que agora eles podem ser acessados de qualquer plataforma. “Antes das atualizações era necessário o Adobe Flash Player para que os sistemas rodassem, e por isso ele era acessado somente por computador. Nestas novas versões o Flash não é mais exigido, tornado possível acessá-los também através de tablets e celulares”, destaca a diretora de Arrecadação do Município, Maria Carolina de Góes.

Outra funcionalidade apresentada no Portal do Contribuinte é a possibilidade de copiar o código de barra dos documentos e colar o mesmo diretamente em aplicativos de bancos, por exemplo, para executar pagamentos sem precisar realizar a impressão de carnês.