O Ministério Público do Paraná, por meio da 10ª Promotoria de Justiça de Ponta Grossa, nos Campos Gerais, denunciou por homicídio e tentativa de homicídio qualificados dois homens investigados por terem praticado um “racha” no trânsito que causou a morte de uma pessoa e feriu outra. As vítimas foram um homem de 31 anos de idade, que morreu após a colisão entre os veículos, e seu filho, de 11 anos, que ficou ferido com a batida.

O crime ocorreu na noite do dia 16 de março deste ano, quando os dois denunciados – com 23 e 21 anos de idade – trafegaram na Avenida Visconde de Mauá, no bairro Oficinas, por pelo menos 2 quilômetros, em velocidade muito acima da permitida na via, caracterizando a ocorrência de disputa automobilística não autorizada pela autoridade competente, popularmente conhecida como “racha”. A prática causou a colisão de um dos carros participantes do ato criminoso com o veículo da vítima.

Foram consideradas pela Promotoria de Justiça as qualificadoras do uso de recurso que dificultou a defesa da vítima e por ter sido praticado contra menor de 14 anos de idade. Além disso, um dos denunciados também foi requerido pelo MPPR por ter deixado o local sem prestar socorro às vítimas, o que configura crime previsto no Código de Trânsito Brasileiro. A ação penal tramitará junto à 2ª Vara Criminal de Ponta Grossa.

Foto: Divulgação

do MPPR