A Positivo Educacional comunica, com pesar, o falecimento do professor Samuel Ramos Lago. O falecimento ocorreu no sábado, dia 13 de junho, e o sepultamento aconteceu neste domingo, 14, no Cemitério Parque Iguaçu.

Inquieto na busca pelo conhecimento, o professor Samuel foi um dos fundadores do Grupo Positivo, em 1972. Foi dele a ideia da mãozinha que é símbolo da marca até hoje. Penhorou a própria casa para comprar as primeiras 300 carteiras do Curso.

“A minha primeira colaboração específica dentro do Positivo, foi ter criado a mãozinha, foi ideia minha, no boteco, eu estava lá com os futuros sócios, futuros fundadores, o que acha do nome? Falei: positivo”, disse ele, ao ‘Memórias do Paraná’, em 2016.

Samuel Lago nasceu em Lins, interior de São Paulo, e veio para Curitiba com 17 anos, cursar o Ensino Superior. É um dos maiores nomes nacionais em livros didáticos de Ciências biológias, tendo mais de 40 milhões de exemplares vendidos.

A apostila também foi invenção de Lago, que dizia ter feito “lipoaspiração no livro didático” e desenvolveu uma maneira agradável de aprender.

No Positivo, ele era professor de biologia, nas áreas de ecologia e zoologia. Afastou-se das atividades letivas nos anos 80, mas voltou a lecionar em 1991, quando vários professores deixaram o Positivo e fundaram outro cursinho, o III Milênio. Em 2007, o professor se afastou da sociedade do Grupo Positivo, passando parte da administração dos negócios para os filhos

Aos 79 anos, Samuel Lago deixa filhos e netos.

do Bem Paraná