Peritos médicos do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) anunciaram que irão parar na próxima segunda-feira (31), chamada de Dia Nacional de Advertência pela Valorização da Perícia Médica Federal. A paralisação é uma forma de chamar a atenção das autoridades para que seja efetuado um aumento de 19,9% no salário dos médicos.

A União separou R$ 1,7 bilhão no orçamento de 2022, mas ainda não definiu quais categorias terão aumento. O Ministério da Economia calcula que cada 1 ponto percentual de reajuste salarial custa R$ 3 bilhões por ano. Em ofício enviado ao ministro do Trabalho, Onyx Lorenzoni, a Associação Nacional dos Peritos Médicos Federais diz que “tentou, em centenas de ocasiões, instaurar rodadas de negociações com a administração pública federal, todas infrutíferas”.

Além do aumento salarial, uma das demandas inclui a fixação de 12 atendimentos presenciais no máximo por dia.

Informações: IG