Funcionário de uma imobiliária de Pitanga, no Paraná, Pedro Otávio de Campos Leal passou por um episódio inusitado ao fazer um depósito. Por causa de um dígito, um depósito de R$ 1 mil que deveria ir para o proprietário de um imóvel acabou indo para o jogador Neilton.

“Eu acho que troquei um três por um quatro, aí caiu no Neilton. O patrão é meu pai, então aguentei um patrão bravo e um pai bravo. O pessoal ficou bravo, mas se divertiu com a história”, brincou.

Pedro, que conhecia Neilton do futebol, conseguiu entrar em contato com o jogador e pedir o dinheiro de volta.

O erro foi notado na segunda-feira (22/2) por uma funcionária que estava fazendo a conferência dos comprovantes. Os dois resolveram pesquisar pelo nome do titular da conta e chegaram ao jogador de futebol. “Eu postei, pensei que a história fosse engraçada e que iria repercutir pelo menos um pouco. Mandei direct, tentei entrar em contato com a assessoria, e ele me respondeu”, contou Pedro.

 

Leia a matéria completa do Metrópoles