A Igreja Cristã Presbiteriana de Ponta Grossa (ICP), através do projeto ABA (Atos de Bondade e Amor) promoveu uma ação em homenagem aos profissionais que atuam na linha de frente ao combate à pandemia do coronavírus. Pastores e representantes da Igreja percorreram os hospitais da cidade que atendem pacientes da Covid.

Ao todo mais de 2,5 mil kits contendo uma bíblia, uma carta personalizada e chocolate foram entregues aos trabalhadores do HR, HGU, Santa Casa, UPA Santa Paula, SAMU, Hospital da Criança, São Camilo, Pronto Socorro e Bom Jesus. A iniciativa teve como propósito reconhecer a importância do trabalho desses profissionais num dos momentos mais preocupantes da pandemia. “Foi uma singela maneira de demonstrar toda a nossa gratidão e amor a esses profissionais que se dedicam todos os dias para salvar vidas. Observamos o esgotamento físico, mental e espiritual dessas pessoas. Sabemos que não é um tempo fácil para esses profissionais. Por isso, esperamos que eles saibam o quanto são importantes e amados por toda nossa igreja”, destaca a pastora da ICP, Suelen Braido Labiak.

No ano passado 250 kits foram entregues no Hospital Regional. Segundo a pastora, a ICP criou um plano de oração junto ao Ministério de Intercessão da igreja que está a um ano orando 24 horas, todos os dias. “Recebemos os nomes de todos os profissionais que atuam na linha de frente e estamos em oração diária por essas pessoas. Há equipes de pessoas orando incessantemente”.

Todas as visitas seguiram os protocolos de segurança e foram previamente agendadas com os responsáveis pelos estabelecimentos de saúde. O sentimento da pastora Kellen Braido de Oliveira, que esteve no hospital Santa Casa é de gratidão. “Foi muito emocionante, um momento que irei guardar em meu coração. Oramos por toda equipe e a nossa palavra foi de gratidão e agradecimento a Deus pela vida de cada um deles. Agradecimento por eles estarem colocando suas próprias vidas em risco para salvar e cuidar da vida de outras pessoas. Sabemos da luta diária que eles estão enfrentando e dos temores do coração, mas nós como igreja estamos cobrindo a vida deles em oração. Por isso, é importante que eles não desistam, pois precisamos de cada um e nos importamos com a dor deles”, relata a pastora emocionada.

Da assessoria.