O Juízo Criminal de Santo Antônio do Sudoeste condenou a 48 anos de reclusão em regime inicial fechado um comerciante denunciado pelo Ministério Público do Paraná, a partir da Promotoria de Justiça da comarca, pela prática de 12 crimes de receptação qualificada em concurso material de delitos, praticados em 2017 e 2018. O réu era proprietário de uma revenda de máquinas agrícolas em Santo Antônio do Sudoeste que atendia agricultores da região.

A investigação dos crimes pela Polícia Civil, com apoio da Polícia Militar e da Polícia Federal, teve início em 2018, culminando com a apreensão de diversos tratores vendidos pelo sentenciado – as máquinas eram provenientes de furtos e roubos cometidos nos estados de São Paulo, Rio Grande do Sul e Paraná.

O empresário também foi condenado à reparação dos danos materiais causados às vítimas, no montante total de R$ 432 mil, bem como dos danos morais, no valor de R$ 120 mil. Cabe recurso da decisão.

do MP Comunicação