Uma operação conjunta entre a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a Delegacia de Delitos de Trânsito da Polícia Civil e o Batalhão de Trânsito da Polícia Militar resultou em 20 motociclistas presos na manhã deste domingo (31).

A ação aconteceu na BR-277, entre São José dos Pinhais e Paranaguá, trecho utilizado para realização de rachas com motocicletas de alta cilindrada, onde condutores de motocicletas esportivas competem e executam manobras de risco e proibidas, aproveitando o contorno sinuoso da rodovia para expor o desempenho das motocicletas, realizando ultrapassagens arriscadas, transitando em outros veículos e também pelo acostamento.

Em cerca de duas horas, os policiais abordaram 32 motocicletas, sendo que 21 foram apreendidas e 20 condutores foram presos. Todos foram encaminhados à Delegacia de Trânsito e devem responder pelo crime de trânsito previsto no artigo 308 do CTB – Participar, na direção de veículo automotor, em via pública, de corrida, disputa ou competição automobilística.

Ainda foram lavradas 53 multas administrativas com valor médio de R$ 3,2 mil totalizando mais de R$ 100 mil, além das taxas de guincho e recolhimento ao pátio. As motocicletas só poderão sair do pátio da PRF após a perícia judicial.

OPERAÇÃO

A operação deste domingo foi desenvolvida após a PRF receber denúncias de moradores da região e de usuários da rodovia a respeito das competições.

Investigações foram realizadas a fim de apurar quem eram os participantes e como as disputas aconteciam – geralmente aos domingos de manhã. Por aproximadamente cinco meses, os agentes das três forças policiais documentaram desde as reuniões dos grupos até as disputas na rodovia. Concomitantemente, monitoraram as redes sociais dos participantes e administradores dos grupos organizadores dos “rachas”, o que, garantiu o êxito na ação deste domingo.

Mais de 50 policiais atuaram na operação com uso de viaturas (carros e motos), câmeras de monitoramento e termal, drones, além do helicóptero da PRF.

da PRF