Oito igrejas, templos e demais locais de culto de Ponta Grossa foram notificados e dois foram fechados por descumprimento das determinações legais de prevenção à contaminação pelo novo coronavírus. A informação foi dada pelo prefeito Marcelo Rangel durante o ‘Programa Nilson de Oliveira’, que apresenta diariamente na Rádio Mundi FM. O decreto municipal 17.293/2020 permitiu a reabertura de igrejas para atividades religiosas presenciais no último domingo (10).

O presidente da Associação dos Ministros Evangélicos de Ponta Grossa (AME), Marcelo Pellissari, aponta que cerca de 300 templos evangélicos retomaram os cultos presenciais ontem, dia 10. Ao todo, oito igrejas foram notificadas e duas foram fechadas de comum acordo por descumprirem o Decreto.

“As igrejas não perderam a licença, CNPJ, nem nada, fecharam de comum acordo com os fiscais. As igrejas notificadas relataram que os fiscais se recusaram a higienizar as mãos na entrada dos templos. Diria que faltou bom senso e faltou preparo por parte da fiscalização”, diz Pelissari.

O presidente da AME ainda afirmou que irá procurar o prefeito Marcelo Rangel (PSDB) para levar reclamações contra a fiscalização e ainda buscar mais informações sobre as demais igrejas notificadas.

Foto: Divulgação

Por DPonta News