O ex-marido de Ana Paula Campestrini, que foi executada no momento em que chegava em casa na última terça-feira (22), foi preso suspeito de envolvimento no crime. O homem foi surpreendido por policiais por volta das 7h desta quinta-feira (24), no condomínio de luxo onde mora em Curitiba.

Segundo informações do RicMais, o suspeito, Wagner Oganauskas foi casado e manteve um relacionamento com Ana Paula por aproximadamente 17 anos. O casal teve três filhos e estava separado há três anos.

O homem é apontado como suspeito de ser o mandante do crime contra a ex-mulher. Ele será ouvido no início da tarde desta quinta-feira na sede da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Outro suspeito de participação no crime também foi detido nesta manhã. Ambos estão na sede da DHPP.

Relembre o caso

Imagens de câmera de segurança de um condomínio em Curitiba registraram a execução de uma mulher na manhã desta terça-feira, 22. Ana Paula Campestrini foi abordada pelo motoqueiro, que disparou várias vezes contra a vítima. O socorro chegou a ser acionado mas a mulher morreu no local.

Leia a matéria completa do RicMais