“É necessário momentos de parada. Por isso, os diáconos permanentes de nossa Diocese fizeram o Retiro Espiritual Anual de forma virtual, via Google Meet, assessorados pelos irmãos diáconos perfil da caminhada. Foi o primeiro da modalidade remota”, comentou o secretário da Comissão Diocesana dos Diáconos, Valdinei Miranda. A programação foi aberta, na sexta-feira à noite, com a exposição do tema central – A Caridade –  pelo diácono José Claudinei Zampier.

Ainda na sexta, a live com o diácono Paulo Sérgio Ferreira falou a respeito da ‘Caridade e Prática Social em Tempo de Pandemia’.  No sábado, a abordagem foi sobre ‘Caridade e Espiritualidade Diaconal’, com o diácono Renato Marochi. À tarde, live com o diácono Luiz Petit abordou ‘Caridade e o Amor ao Próximo’ e, à noite, o tema foi ‘A Caridade em Tempo de Pandemia: o Ser e o Fazer do Diácono’, com diácono João Valdevino da Luz. No domingo, diácono Agostinho Basso discorreu sobre ‘Caridade e Periferias Existências ir ao Encontro’, encerrando a programação.

“Foi um momento histórico da caminhada diaconal da nossa Diocese. Principalmente, neste momento difícil da pandemia da COVID-19. Valeu muito a experiência do retiro feito dessa forma. Precisamos, quando necessário, nos reinventar e ousar com força do Espírito para continuar a construção do Reino de Deus”, resumiu diácono Miranda.

Da assessoria