O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR) atualiza as condições atuais de bloqueio de rodovias estaduais, onde trechos estão com sinalização de emergência. A orientação aos motoristas é que redobrem o cuidado.

Bloqueios totais:

PR-540 em Entre Rios, distrito de Guarapuava – Bloqueio do km 0 ao km 6, devido ao rompimento de um bueiro tubular metálico, que comprometeu o pavimento. Instalada a nova galeria celular dupla de concreto e já estão em andamento os serviços de aterro do trecho demolido. Tráfego deve ser retomado em breve.

PR-836 e PRC-280 em União da Vitória – As duas rodovias com pistas alagadas devido à cheia do Rio Iguaçu, na altura do km 0.

PR-433 na Lapa – Bloqueio total no km 26 devido a alagamento da pista. Trecho é não pavimentado.

PR-092 em Rio Branco do Sul – Bloqueio devido ao surgimento de rachaduras no pavimento na altura do km 48. DER/PR está preparando um desvio provisório no local para retomar parcialmente o tráfego de veículos e elabora os estudos para contratação de obra emergencial.

PR-239 em Pitanga – Bloqueio total do km 349+650 ao km 351 devido ao risco de queda do talude sobre a pista. Em função da gravidade do dano, com surgimento de várias rachaduras de grande porte que inclusive danificaram o sistema de drenagem no local, será necessário manter a interdição enquanto é providenciada a recuperação total do maciço.

PR-170 em Pinhão – Rachaduras no pavimento no km 468, entre Faxinal do Céu e a Usina Hidrelétrica Governador Bento Munhoz da Rocha Netto. Bloqueio total entre Faxinal e a usina, e entre Bituruna e a usina. Já foram iniciados os serviços de recuperação do trecho, visando retomar a trafegabilidade o mais breve possível.

PR-151 entre São Mateus do Sul e a divisa com Santa Catarina – Devido às condições no município de Três Barras (SC), a ponte sobre o Rio Negro está com bloqueio total de tráfego.

PR-170 em Bituruna – Tráfego com bloqueio total em função dos danos recentes gerados pelas chuvas, próximo à Usina Hidrelétrica Governador Bento Munhoz da Rocha Netto, e também devido à interdição do trecho seguinte, em Pinhão.

PR-578, em Santa Cruz de Monte Castelo (novo) – Trecho bloqueado por causa de alagamento e pontos de erosão causados pela cheia do Rio Ivaí. Segmento da rodovia é não pavimentado, com os danos concentrados a cerca de 8 quilômetros do distrito de Santa Esmeralda, e antes de chegar na balsa que faz a travessia para Herculândia, distrito de Ivaté.

Bloqueios parciais:

Estrada da Graciosa (PR-410) em Morretes – Bloqueio preventivo da rodovia somente à noite, a partir das 21h, desde segunda-feira (6). A rodovia é avaliada para liberação no dia seguinte, às 7h da manhã. Quando liberada, o tráfego é realizado com operação pare-e-siga do km 11 ao km 12, trecho em que as obras de recuperação ainda ocupam uma das pistas.

PR-170 em Guarapuava – Bloqueio parcial de uma pista no km 389, devido a escorregamento de terra em talude de aterro, com tráfego fluindo normalmente nas duas pistas restantes. Trecho está em obras.

PR-090 em Campo Largo – A Estrada do Cerne está em meia pista após surgimento de uma trinca no leito da rodovia, na altura do km 48, a cerca de um quilômetro da ponte sobre o Rio Açungui. Além de monitorar este dano, o DER/PR realiza serviços de retirada de material e melhorias da pista em todos os pontos de queda de barreira que estão surgindo, liberando o tráfego em poucas horas.

PRC-466 em União da Vitória – Trecho está com operação pare-e-siga das 7h às 20h, com bloqueio total somente à noite, devido ao risco de escorregamento de rochas sobre o pavimento.

Os trechos com bloqueios totais ou parciais contam com sinalização de emergência disponibilizada pelo DER/PR. É fundamental que os condutores obedeçam a estas orientações, também seguindo com cautela redobrada nestes locais.

Confira neste mapa a localização dos bloqueios mencionados acima.

Foto: DER

da AEN