Moradores e veranistas consumiram mais de 1 bilhão de litros de água no Litoral nos primeiros dias da temporada de verão, o equivalente ao consumo de um mês de uma cidade como Guarapuava ou Toledo, ou 11 dias em Curitiba. De 17 de dezembro a 2 de janeiro, a média foi de 63 milhões de litros de água por dia.

O pico foi no primeiro dia do ano, quando chegou a 93 milhões de litros, 13% a mais do que no primeiro dia de 2022. Esse volume seria suficiente para abastecer durante um mês cidades com população em torno de 20 mil habitantes, como Cafelândia e Realeza, por exemplo.

Durante o verão, a Sanepar mantém uma superestrutura operacional no Litoral para atender ao grande aumento da população nas praias e garantir regularidade no abastecimento. Houve apenas registros pontuais de falta de água ou de baixa pressão na rede, causados por rompimentos de rede e vazamento oculto.

Com apoio de caminhões-pipa, foram injetados 3,4 milhões de litros de água tratada nos reservatórios-contêineres instalados em áreas estratégicas e diretamente nas redes de distribuição, reforçando o abastecimento nos horários de maior consumo.

A companhia também instalou 33 geradores de energia elétrica em sistemas de captação, produção e distribuição de água e também no sistema de esgoto do Litoral a fim de assegurar a operação dos equipamentos em caso de queda no fornecimento de energia. Isso foi necessário na última semana do ano para manter em funcionamento a captação do Rio Sai-Guaçu, em Guaratuba, durante manutenção corretiva do serviço de energia elétrica.

“A Sanepar tem feito todos os investimentos e esforços ao longo dos anos para melhorar cada vez mais a capacidade e eficiência de produção e distribuição de água no Litoral. Durante a temporada, disponibilizamos mais trabalhadores operacionais para atender a esta demanda. Pelo segundo ano consecutivo, não houve falta de água na passagem do ano, quando o consumo triplica em relação aos dias normais. Isso é motivo para comemorarmos”, afirma o diretor de Operações da Companhia, Sergio Wippel.

DICAS DE USO RACIONAL – Mesmo com todas essas ações, a Sanepar alerta para que moradores e veranistas façam uso racional da água, evitando desperdício. As dicas são simples:

– Tome banhos mais rápidos (no máximo, cinco minutos);

– Não deixe crianças brincando com chuveiros e mangueiras;

– Mantenha limpa a água das piscinas infantis com o uso de água sanitária, sem esvaziá-las;

– Cubra as piscinas infantis à noite para evitar evaporação e conservar a água limpa, sem esvaziá-las;

– Mantenha a torneira fechada ao escovar os dentes e fazer a barba. Abra somente na hora do enxágue;

– Ao lavar a louça, limpe os restos de comida dos pratos e panelas e só depois abra a torneira para molhá-los. Com a torneira fechada, ensaboe toda a louça e, então, abra a torneira para enxaguar;

– Evite lavar o carro durante a temporada. Faça isso depois que retornar de viagem;

– Não lave calçadas nem quintal durante a temporada. Use vassoura para tirar a sujeira;

VERÃO MAIOR PARANÁ – O Verão Maior Paraná tem ações voltadas aos veranistas e comunidade local, com atividades esportivas e de lazer, aulas de ginástica, dança, caminhadas, recreação infantil, torneios e eventos esportivos, além de uma série de outras práticas relacionadas ao entretenimento. Acesse o site www.verao.pr.gov.br e confira a programação completa das atrações promovidas pelo Governo do Estado. As ações são realizadas nos municípios do Litoral, além de Porto Rico e São Pedro do Paraná, no Noroeste do Paraná.

Foto: Arquivo

da AEN