Ficou decidido que o setor produtivo volta nesta quarta-feira (01), já o comércio no dia 6 de abril

Após uma importante reunião com representantes da Saúde municipal e regional, empresários, legislativo e com o prefeito Jorge Derbli, ficou decidido à volta do setor industrial e comercial de Irati.

As indústrias começam na próxima quarta-feira, dia 1º de abril, a construção civil também se enquadra neste quesito, assim como, as lojas de materiais de construção. Já o comércio está liberado a funcionar a partir do dia 6 e abril, todos devem seguir as orientações dos órgãos de Saúde para manter a prevenção ao Covid-19.

O prefeito Jorge Derbli deixou esclarecido que “dependendo das condições, do quadro epidêmico do coronavírus em Irati, poderemos ter outra opinião a qualquer momento, e será feita reuniões para tomarmos a decisão em conjunto, como fizemos hoje”.

Assista o posicionamento da diretora executiva da Associação Comercial e Industrial de Irati -Aciai

Assista o posicionamento do advogado Fernando Estevão Deneka, representante de algumas empresas:

Outras medidas também foram decididas na reunião, como a continuidade do toque de recolher, das 21h às 6h do dia seguinte, com exceção das pessoas que precisam trabalhar.

Também, os bares, lanchonetes e restaurantes continuam apenas na modalidade delivery, assim como, as lojas de conveniências. As igrejas podem ficar abertas em momentos de orações privadas dos fiéis, não sendo aconselhável a realização de cultos, missas e outras celebrações presenciais.

Derbli também pede que as pessoas permaneçam em isolamento social. “Continuem em casa, não saiam. Vamos pedir às empresas que os funcionários acima de 60 anos, conforme os decretos, permanecem nas suas casas”, disse.

CONTINUA SUSPENSO:

– Aulas da rede municipal e estadual;

– Eventos em casas noturnas e festas em geral;

– Saídas a parques e praças públicas e privadas;

– Salão de beleza, barbearia e cincas de estética;

– Academias a similares.

Da Folha de Irati