Nesta quinta-feira (1º) começou o último mês do ano, e com ele, as ações do “Dezembro Transparente”, mês dedicado a dar visibilidade para ações que promovam a transparência, a prevenção e o combate à corrupção no Paraná. Criado no ano passado pela Lei Estadual 20.663/21, de autoria do deputado estadual Evandro Araújo (PSD), o mês já tem mobilizado a esfera pública sobre o tema.

O objetivo principal do mês, segundo Araújo, é o combate à corrupção e busca por mais transparência na gestão pública. No entanto, até mesmo a iniciativa privada tem adotado a Lei, com ações semelhantes.

“Em poucos meses da criação da Lei, estamos acompanhando a realização de diversas atividades no Paraná, da Controladoria Geral do Estado (CGE) até entidades do terceiro setor. Isso mostra que tratar destes temas envolve toda a sociedade, todos os segmentos, e que é preciso sempre valorizar quem está fazendo certo”, afirmou Araújo.

A CGE, por exemplo, que é responsável pela auditoria do Poder Executivo e busca pela correição na Administração Pública Estadual, realiza o 3º Simpósio Paranaense de Combate à Corrupção, no Canal da Música, em Curitiba, entre os dias 1º e 2 de dezembro, em alusão a Lei.

Já nos dias 7 e 8, a Secretaria da Fazenda promove a 2ª Semana Paranaense da Transparência Fazendária: Cooperação, Modernização e Inovação na Gestão Pública, de forma virtual e com inscrições abertas ao público em geral. A ação visa a conscientização da população em geral e dos agentes públicos dos valores do controle social fazendário.

“Os principais órgãos estaduais sobre o tema têm adotado a Lei, isso é muito importante. Queremos que câmaras legislativas, prefeituras, universidades, empresas, cada vez mais, possam seguir esse exemplo”, completou o deputado.


da comunicação ALEP