Um médico da Unidade de Pronto-Atendimento do Sítio Cercado, em Curitiba, foi agredido por um paciente com suspeita de Covid-19 nesta quarta-feira (8). De acordo com o Sindicato dos Médicos no Estado do Paraná (Simepar), o paciente teria se revoltado com a informação de que seria transferido para o Hospital Evangélico, momento em que teria retirado o acesso do braço e cuspido contra os demais integrantes da equipe da UPA.

A secretária-geral do Simepar, Claudia Paola Carrasco de Lara, lamentou o ocorrido. “Foi um absurdo o que aconteceu. O paciente estava na UPA e se revoltou com a comunicação da transferência, ficou descontrolado. Além de agredir o médico fisicamente, ele cuspiu sangue contra o profissional e cuspiu contra os demais integrantes da equipe”, disse.

Leia mais no link: https://www.bandab.com.br/cidades/paciente-com-suspeita-de-covid-19-se-revolta-agride-medico-e-cospe-em-equipe-dentro-de-upa/

Informações/Imagem: Banda B/Reprodução