Todos os proprietários de veículos no Brasil já podem utilizar o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) em versão digital, a partir desta quarta-feira (1º).

Como QUATRO RODAS já havia informado em janeiro, os Departamentos de Trânsito dos Estados e Distrito Federal (Detran) teriam de aderir ao sistema da CLRV-e até o dia 31 de julho de 2020, seguindo a Resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) nº 788, de 18 de junho de 2020.

Com adesão do Pará – último estado a estar adepto à tecnologia –, as 27 Unidades Federativas do Brasil cumpriram o prazo estipulado pelo Contran. Para emitir a CRLV-e, basta acessar o Portal de Serviços do Denatran ou a Carteira Digital de Trânsito (CDT). O processo é inteiramente online e não é necessário ir até o Detran. Caso o proprietário do veículo queira o documento em mãos, também poderá realizar a impressão do documento que tem autenticidade garantida devido ao QR Code.

De acordo com o Ministério da Infraestrutura, “essa autenticidade, inclusive, tanto do CRLV digital quanto da CNH digital, já pode ser verificada em quase todos os países da América do Sul, com exceção das Guianas e do Suriname, que não possuem lojas próprias da App Store e do Google Play para disponibilização do aplicativo.”

O CRLV-e pode ser utilizado mesmo que não haja acesso à internet, já que o aplicativo gera um cópia do arquivo em formato PDF com assinatura digital.

CDT oferece opção para usar os dois documentos digitais Reprodução/Quatro Rodas

A adesão do documento do veículo em versão digital em todos os estados do Brasil complementa a funcionalidade da Carteira Digital de Trânsito. Agora, o aplicativo pode oferecer o CRLV-e junto da CNH digital.

Dessa forma, o usuário terá a possibilidade de receber informações sobre recalls de seu veículo, consultar infrações, receber avisos sobre o vencimento da CNH etc. O aplicativo da CDT pode ser baixado em smartphones com sistema operacional Android ou iOS.

Atualmente, mais de 4 milhões de brasileiros já aderiram à versão digital do documento do veículo e 7 milhões utilizam a carteira de habilitação eletrônica.

Imagens/informações: Guia Quatro Rodas.