Apesar de ainda estar sem partido, o presidente Jair Bolsonaro disse nesta quarta-feira à Boas Novas TV que só irá decidir se irá disputar um segundo mandato em março de 2022. A decisão precisa ser tomada até seis meses antes do pleito, programado para outubro, e o candidato precisa estar filiado a um partido.

Eleito em 2018 pelo PSL, Bolsonaro deixou o partido no ano seguinte devido a disputas internas. Ele também chegou a se aproximar do Patriota, mas encontrou resistência, o que dificultou as tratativas. O atual presidente da República chegou também a anunciar uma nova sigla, Aliança pelo Brasil, mas não conseguiu angariar o número mínimo de assinaturas para dar entrada na criação da legenda.

Informações: Terra