Recurso impositivo será destinado para a aquisição de insumos e manutenção da UTI

O deputado federal Aliel Machado (PSB) destinou, através de emenda impositiva, cerca de meio milhão de reais para a UTI do Hospital Universitário Regional dos Campos Gerais (HURCG). Os recursos serão utilizados para a aquisição de insumos e manutenção da Unidade de Terapia Intensiva. A emenda impositiva de bancada está sendo cadastrada e deverá ser liberada nas próximas semanas.

Para o deputado, o momento exige medidas eficazes e urgentes no auxílio à saúde pública. “O HU está de aniversário, é referência no atendimento da nossa região e também é tido como referência no atendimento ao coronavírus. Esse recurso será de fundamental importância para atender melhor e mais rapidamente a nossa população”, destaca Aliel.

Além da emenda para o Regional, desde o início da pandemia o parlamentar vem propondo e apoiando ações que reduzam o impacto junto à população. Entre as propostas apresentadas está a que prevê a proibição do corte de energia elétrica e abastecimento de água durante a pandemia. Outro projeto apresentado propõe ainda que sejam incluídos itens como álcool em gel, sabonete líquido e em barra em forma de kits na cesta básica.

Na área econômica o parlamentar defende, através de uma proposta apresentada, a limitação da taxa de juros aos autônomos, micro e pequenos empresários até o máximo valor da taxa Selic, podendo ser menor. “Isso é muito importante. Estamos preocupados com os empregos e com a sustentabilidade das empresas e das famílias. Nesse momento o Governo precisa intervir para criar condições às pequenas e micro empresas. Estamos apoiando também a criação de uma linha de crédito do BNDES aos empresários”, revela Aliel.

Redução de salário e Fundo Eleitoral para a Saúde

Aliel também apoia a medida de redução do próprio salário (Legislativo), e também ao Executivo e Judiciário. “É um momento o qual todos devem contribuir com sua parte. Todos os que ganham mais, exceto os que estão trabalhando na linha de frente no combate ao vírus, como enfermeiros, médicos, ou mesmo os policiais, entre outras categorias”, defende.

Ainda como medida que atinge os próprios políticos, Aliel também defende que os recursos do Fundo Eleitoral e que, principalmente, o PLN 4, enviado pelo presidente à Câmara, e que representa R$ 15 bilhões para serem destinados à emendas de deputados, seja todo transferido para a Saúde.

As informações são da assessoria.