O Paraná concentra 76% dos municípios brasileiros certificados pelo Programa Cidades e Comunidades Amigas da Pessoa Idosa da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) e Organização Mundial da Saúde (OMS). Com 29 das 38 cidades certificadas, o Estado lidera o ranking nacional, seguido por Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo e Minas Gerais.

A mais nova cidade paranaense a integrar a lista é Araucária. O município da Região Metropolitana de Curitiba (RMC) preencheu os requisitos e foi incluída no rol no início deste ano. De acordo com os dados do último Censo, o município possui 18.006 pessoas com idade a partir dos 60 anos, o que representa 11,9% da população.

“A certificação de Araucária é uma conquista importante para o município e seus cidadãos, pois reconhece o compromisso da cidade em garantir o direito das pessoas idosas e de desenvolver ações voltadas para elas”, afirma Leonice Lacerda, secretária de Assistência Social do Município de Araucária.

Além disso, mais nove municípios estão em processo de adesão: Manoel Ribas, Santa Izabel do Oeste, Ponta Grossa, Maringá, Salto do Lontra, São Mateus do Sul, Pérola, Corumbataí do Sul e Toledo. A meta da Secretaria da Mulher, Igualdade Racial e Pessoa Idosa é tornar o Paraná o “primeiro amigo da pessoa idosa mundial”, com 100% das cidades certificadas pela rede global.  Atualmente, 1,9 milhão de pessoas com 60 anos ou mais vivem no Estado, o equivalente a 16% da população.

O Paraná também atingiu a marca de 400 mil trabalhadores ocupados com 60 anos de idade ou mais no segundo trimestre de 2023 (abril a junho), segundo a última Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio Contínua (Pnad Contínua). O número é o maior da série histórica da pesquisa, iniciada em 2012. O recorde anterior de ocupação nesta faixa etária no Estado tinha sido registrado no segundo trimestre de 2022, com 389 mil.

A secretária da Mulher, Igualdade Racial e Pessoa Idosa, Leandre Dal Ponte, destaca o trabalho de referência desenvolvido pelo Governo do Estado junto a organismos de renome internacional. “Os municípios paranaenses estão se preparando cada vez mais para cuidar das pessoas idosas, oferecendo mais oportunidades de um envelhecimento ativo e saudável”, afirma. “Estamos diante de um crescimento da população idosa impactando a economia, a educação e as famílias”.

Ela cita, entre as iniciativas nessa área, os Condomínios dos Idosos, a Cidade do Idoso de Irati, a implementação de Centros de Convivência e programas de turismo para a população 60+.

Confira a lista dos municípios certificados no Paraná:

Bom Sucesso do Sul

Chopinzinho

Dois Vizinhos

Itapejara D’Oeste

Nova Esperança do Sudoeste

Pato Branco

Pérola da Oeste

Realeza

Renascença

Santa Tereza do Oeste

Santo Antônio do Sudoeste

Sulina

Planalto

Salgado Filho

Barracão

Capanema

Capitão Leônidas Marques

Cascavel

Colombo

Enéas Marques

Irati

Prudentópolis

Vitorino

Curitiba

Francisco Beltrão

Londrina

Guarapuava

Verê

Araucária

Foto: José Fernando Ogura/ANPr

da AEN